Muito mais que um ciclista campeão

Recentemente tive a oportunidade de ler este livro: Lance Armstrong muito mais do que um ciclista campeão, minha jornada de volta à vida.

O livro conta, de uma forma bem simples de ler um pouco da vida do Lance além, claro, de deixarmos conhecer um pouco de seus traços de personalidade. No livro, Lance comenta, como ele já era um atleta desde a infância, que simplesmente subia na bike, “fazia” uma cara feia e vencia as provas. No entanto, é notável a diference de ser humano e atleta após o advento da câncer que ele foi acometido.

Um ponto no livro que me chamou a atenção, foi que quando ele conheceu Eddy Merckx – antes de seu problema de saúde  – o mesmo disse a ele que ele deveria ser mais magro. No livro, tem algumas fotos de como ele era antes do câncer e depois, é de se perceber que de alguma forma o seu corpo foi reconstruído, remodelado, o que faz todo o sentido empregado no comentário de Merckx no livro. Um bom ciclista, precisa ser magro. Veja como era o Lance em suas primeiras vitórias no Tour de France. Mas, estás são impressões minhas sobre o livro.

O ápice, no livro para mim, é o capítulo 9 – O Tour – onde, de uma forma bem intensa, é descrito sua vitória, sua primeira vitória no Tour. Para mim, com a bagagem da história construída no decorrer da leitura, esse capítulo conta o trabalho de uma equipe, passo a passo, para a conquista do Tour de France. Ou melhor, para a conquista de uma das provas mais difíceis e cansativas do mundo.

Pelo livro, pude conhecer também um pouco do trabalho da Fundação do Lance Armstrong ( LIVE STRONG ). Um ótimo livro de um dos melhores a mais respeitados atletas de resistência da atualidade.

Vale a leitura!!!

 

Advertisements

New Balance Minumus MR10BG

Estou começando a correr. Durante as terças, 30 minutos de corrida sem se preocupar com a distância. As quintas, 8km.

Eu gosto de usar os tênis da New Balance, e para começar a correr resolvi usar o New Balance Mininus e gostei bastante. Se procurar, ou perguntar por ai, vai observar que existe  bastante divergências de ideias em relação ao modelo de tênis da New Balance: os que apoiam e os que discordam da maneira que é o tênis.

A opção de escolha, foi devido a proximidade ou semelhança que traz o modelo de estar correndo descalços. Com o recuo de 4mm  em relação aos demais modelos de mercado e, algumas mudanças na resposta da musculatura – já que o New Balance minumus, devido a este recuo, faz um trabalho muscular diferente o que acarreta que a New Balance recomende que seja introduzida aos poucos em suas corridas… outro ponto, é que a postura na corrida diminui lesões ao aterrissar no “meio-pé” – eu me senti confortavél e sem dores após um corrida rápida de 5km. Mas observe, eu ainda não corro tanto como gostaria, só estou começando além disso, estou mudando minha postura para aproveitar bem o tênis.

Mas, para mim que estou começando, espero que seja o que estou procurando em um tênis 😉

O vídeo abaixo, representa bem a ideia:

Este texto é  interessante também:

http://www.newbalance.com/performance/running/millimeters-and-midfoot-strike/

Bom, se você quiser me ajudar a melhorar minha opnião sobre esse tênis.. só comentar =D

Claro, antes de sair correndo, de uma olhada nesse link: http://www.newbalance.com/performance/running/good-form-running/